ass

ass

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Promotor de Justiça vai à Câmara de Vereadores discutir a construção do Matadouro Público de Buriticupu.


O representante do Ministério Público do Estado do Maranhão em Buriticupu, Dr. José Orlando Silva Filho, reuniu-se nesta terça (9) com os parlamentares de Buriticupu, na sede da Câmara Municipal de Vereadores, para discutirem a necessidade de construção de matadouro público municipal.
É fato notório que o processo de abatimento de animais para o fornecimento de carne no município é realizado de maneira precária, atentando diretamente contra a saúde pública.

Na reunião, o promotor propôs a realização de audiências públicas envolvendo os diversos setores da sociedade, como os poderes legislativo, executivo e judiciário, além da vigilância sanitária, associação comercial, pecuaristas, açougueiros e a população em geral.

Sei que o custo para implantação de um matadouro de acordo com as normas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é elevado, no entanto, não podemos adiar a discussão, bem como a população buriticupuense não pode continuar consumindo carne sem procedência, o que gera enorme risco à saúde pública, pontuou o Dr. José Orlando.

O vereador Aristides(PRB) afirmou na reunião que já apresentou na câmara municipal indicação de sua autoria para o que o chefe do executivo resolva a situação. 
A vereadora Ceci(PRB), avaliou positiva a iniciativa do representante do MP e demostrou interesse na causa, disse ainda que vai levar também a discussão ao povoado 2º Núcleo, maior Distrito do Município.

O presidente da Câmara Jairo da Cikel(PRB) se disponibilizou em envolver o parlamento municipal na discussão, “estamos junto nessa luta, com a regularização do abate de animais no nosso município todos ganham. Vamos economizar em saúde e haverá também a geração de emprego no setor”, declarou o presidente da casa de leis.

O vereador Prof. Estaniel(PR) comprometeu-se fazer um estudo prévio sobre os custos da criação do Matadouro Público, e segundo ele a falta de um local adequado e regulamentado para o abatimento de animais para consumo gera sérios problemas para toda a população, “é importantíssimo fazermos um estudo e posteriormente encontrarmos uma solução para esse problema que existe a muito tempo”. Além disso o parlamentar também disponibilizou-se junto com o presidente da Câmara, Jairo da Cikel a mobilizar toda a sociedade buriticupuense para a realização da 1ª audiência pública nos próximos dias para discutir o tema em questão.

Nenhum comentário :

Postar um comentário