ass

ass

domingo, 18 de novembro de 2018

Guerreiro, João Miguel, precisa com urgência de sangue


O pequeno guerreiro João Miguel de foi transferido ontem para o hospital especializado em Goiânia-GO depois que ficou internado por quatro dias em Imperatriz-MA. Antes, ele caiu numa caieira quando ajudava o pai na cidade maranhense de Buriticupu na carvoaria João Miguel teve 80% do corpo queimado.

A criança encontra-se no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage em Goiânia ainda em estado grave e necessitando com urgência de sangue, como informam os médicos.
Para ajudar o menor basta procurar a Unidade de Coleta e Transfusão do hospital de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 18h. Chegando no hospital, o interessado deve informar o nome completo, que é João Miguel Costa da Silva, 5 anos, internado no Hugol na UTI.
Os acompanhantes do paciente informaram que estão recebendo toda assistência por meio do Núcleo de Proteção aos Queimados de Goiânia.

Centenas de médicos maranhenses formados no exterior amargam o desemprego e a falta de oportunidades.

foto divulgação 
A busca pela realização do sonho de ser médico, tem feito com que muitos maranhenses busquem países como Bolívia, Paraguai, Argentina, Cuba, Uruguai dentre outros, para viabilizar tal projeto, muitas famílias fazem um verdadeiro contorcionismo para proporcionar a conquista do tão sonhado diploma médico.

O estado tem a obrigação constitucional de assegurar ensino (em todos os seus níveis) de qualidade com vagas suficientes para seus jovens, porém, esta é uma realidade distante, pois as vagas em universidades públicas são escassas, e na maioria das vezas são preenchidas por aqueles cujo o poder econômico possibilita pagar por uma educação privada no ensino fundamental e médio.

O ensino médico privado no Brasil é unicamente direcionado as elites, onde a obtenção do lucro, do ganho e a falta de humanização são seus maiores símbolos. Os valores elevadíssimos das mensalidades excluem de forma brutal os menos abastados economicamente de ter a possibilidade de cursar medicina nestas instituições. Desta forma, a única alternativa é buscar a formação médica em outros países, onde, os valores pagos são mais acessíveis.

O Brasil tem inúmeros acordos internacionais assinados com vários países, além disso, a lei 9394 art 48, a normativa n°3 de 22 de julho de 2016 em seus artigos:

Art. 1º Os diplomas de cursos de graduação e de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), expedidos por instituições estrangeiras de educação superior e pesquisa, legalmente constituídas para esse fim em seus países de origem, poderão ser declarados equivalentes aos concedidos no Brasil e hábeis para os fins previstos em lei, mediante processo de revalidação ou reconhecimento, respectivamente, por instituição de educação superior brasileira, nos termos da presente Resolução.

Art. 3º Os diplomas de graduação obtidos no exterior poderão ser revalidados por universidades públicas brasileiras, regularmente credenciadas, criadas e mantidas pelo poder público, que tenham curso reconhecido do mesmo nível e área ou equivalente. Art. 4º Os procedimentos relativos às orientações gerais de tramitação dos processos de solicitação de revalidação de diplomas de graduação estrangeiros serão estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC), por meio da Secretaria de Educação Superior (SESu), cabendo às universidades públicas a organização e a publicação de normas específicas.

(*) Resolução CNE/CES 3/2016. Diário Oficial da União, Brasília, 23 de junho de 2016, Seção 1, págs. 9-10. 2

§ 1º Os procedimentos de que trata o caput serão adotados por todas as universidades públicas brasileiras.

§ 2º O Ministério da Educação informará às universidades dos procedimentos de que trata o caput em até 180 (cento e oitenta) dias após a publicação da presente Resolução.

§ 3º As universidades divulgarão suas normas internas, tornando-as disponíveis aos(às) interessados(as), de acordo com o disposto no caput, em até 90 (noventa) dias do recebimento das informações do Ministério da Educação.

§ 4º O processo de revalidação de diplomas de cursos superiores obtidos no exterior deverá ser admitido a qualquer data pela universidade pública e concluído no prazo máximo de até 180 (cento e oitenta) dias, a contar da data do protocolo na universidade pública responsável pelo processo ou registro eletrônico equivalente.

§ 5º Em não havendo observância do disposto no parágrafo anterior, deverão ser aplicadas as penalidades, conforme o caso, do processo administrativo à instância revalidadora da universidade, por órgão superior da própria universidade pública ou, quando for o caso, por órgãos de controle da atividade pública e de supervisão da educação superior brasileira.), garante um rito legal a ser cumprido pelas universidades.

Outra lei a ser observada é a   normativa n° 22 MEC, além destas, temos o revalida e os processos de revalidação realizados de forma independente pelas universidades públicas que possibilitam a revalidação dos diplomas dos médicos formados no exterior.

Com leis e ritos bem definidos os médicos não teriam problemas em revalidar seus diplomas certo? Errado, o problema enfrentado pelos médicos formados no exterior é a falta do cumprimento das leis e dos acordos internacionais, o revalida vem desde 2015 sofrendo mudanças na nota de corte, sendo elevada ano após ano. Em 2017 houve um colapso na realização do exame devido a uma enxurrada de ações judicias (devido a tantas ilegalidades), prejudicando de forma acintosa os candidatos, levando ao atraso de um ano para a realização da segunda etapa (ocorrendo nos dias 17 e 18 de novembro do corrente ano).

No tocante a resolução n°3 e em observância ao artigo n°4 em seu inciso 4°, ocorre total desrespeito por parte das universidades públicas, muitas se recusam a receber a documentação para analise e quando a recebem fazem negativas pífias.

Na verdade, o que ocorre é um grande trabalho por parte do conselho federal de medicina junto as universidades e ao parlamento brasileiro para IMPEDIR o cumprimento das leis e acordos internacionais, afim, de fazer reserva de mercado. Ao CFM não importa a atenção médica a população carente e desfavorecida que sofre com menor acesso ao serviço médico ao qual tem DIREITO, este conselho só busca manter o caos para LUCRAR com a desgraça dos mais pobres.

O ganho desmedido, a ganancia e a prepotência desta entidade mata mais que qualquer outra enfermidade, pois, a crueldade de seus atos não respeita nada e nem ninguém.
Os médicos maranhenses formados no exterior têm um compromisso moral, ético e social com o povo do Maranhão e nutrem a esperança de poderem atuar em seu estado de origem, pois conhecem como ninguém a dura realidade do seu povo. Este é um compromisso assumido por cada médico.

O governo do Maranhão tem todas as ferramentas necessárias para mudar esta triste realidade que aflige não só os médicos e seus familiares, mas que também agride de forma violenta e imoral a população que poderia estar sendo assistida por estes profissionais.

Temos a convicção que o governo do Maranhão não ficará omisso e nem se renderá a este grupo de poderosos que massacra e mata os menos favorecidos, temos fé que não se furtará a enfrentar esta situação de opressão sofrida por seu povo, ACREDITAMOS em um governo de MUDANÇA, onde não há espaço para o preconceito, a maldade, a exclusão, a ganancia, a opressão e a segregação.

Att: Movimento dos Médicos Maranhenses Formados no Exterior

sábado, 17 de novembro de 2018

João Miguel, que sofreu queimaduras em carvoaria em Buriticupu-MA é transferido para Goiânia

Após quatro dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, a 626 km de São Luís, o menino João Miguel, de cinco anos de idade, que sofreu queimaduras de terceiro grau após cair em uma caieira (espécie de forno artesanal) em uma carvoaria em Buriticupu, a 417 km da capital, foi transferido neste sábado (17) para a cidade de Goiânia, onde ele será internado em um centro especializado para tratamento de queimaduras.

Na tarde deste sábado João Miguel passou por uma cirurgia para amputar as pontas dos dedos. Depois do procedimento, a equipe médica autorizou a transferência dele para Goiânia. A hora prevista de chegada na capital de Goiás é às 21h30.

Em Goiânia ele será transferido direto para o hospital de queimaduras, onde vai iniciar uma nova fase no tratamento. A mãe de João Miguel, Idenilsa Costa da Silva, revela que o garoto terá uma equipe à disposição dele no novo hospital. “Ele vai ser transferido para Goiânia para o hospital dos queimados. Lá que meu filho vai ter uma equipe toda preparada esperando por ele”, disse.

João Miguel permanece sedado e o caso ainda é considerado grave, já que maior parte do corpo dele teve queimaduras de terceiro grau. O acidente aconteceu quando o menino acompanhava o pai que trabalha em uma carvoaria. O pai também teve os pés queimados quando tentava socorrer o filho.
Emocionada, Idenilsa Costa conta que entrou em estado de choque ao receber a notícia. “Na mesma hora eu saí correndo e o pessoal me agarrou. Depois eu levantei e saí correndo. Eles me agarraram no meio da rua e disseram ‘tu não corre’ porque teu filho já está para Buriticupu. Quando eu cheguei dentro do hospital e olhei para meu filho eu caí”, desabafou a mãe de João Miguel.

Veja o vídeo postado em uma rede social pelo prefeito de Imperatriz Assis Ramos do guerreiro João Miguel saindo do Hospital rumo a capital do Goiás.





Por G1 MA — São Luís

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Mãe de criança com queimaduras graves informa em vídeo conta oficial para receber ajudas


Dona Idenilsa Costa Silva, mãe de João Miguel, a criança de cinco anos que teve queimadura graves por todo o corpo em um povoado do município de Buriticupu-MA, abriu hoje, uma conta bancária para receber ajudas. Ocorre que diversas pessoas estavam se aproveitando da situação.

Em várias partes do pais e, principalmente no Maranhão, foram aparecendo campanhas pedindo ajudas para o menino fazer um tratamento de urgência ao valor de R$ 18 mil. 12 contas foram oferecidas e a maioria vinha recebendo as doações, sem que a mãe do menor soubesse.
Apenas duas contas estavam autorizadas por dona Idenilsa, dentre elas a de Daiane de Oliveira Soares Sampaio, moradora da cidade de Buriticupu, onde o menino se acidentou numa carvoaria.

Ao perceber o número excessivo de contas aparecendo e sendo denunciadas, Daiane levou a mãe do menor a uma agência do Banco do Brasil e abriu uma conta oficial para receber as ajudas. A própria amiga de dona Idenilsa tomou a iniciativa de pedir pelas redes sociais para que ninguém efetuasse mais doações em contas que não fosse da mãe do menino João Miguel. Confira abaixo:

No vídeo abaixo, dona Idenilsa aparece após abrir a conta oficial e elogiando a atitude de Daiane; confira:


Conta oficial para receber as doações em nome da mãe da criança que sofre com as queimaduras é a seguinte: Agencia 3642-O, Conta Corrente 35.879-7, Banco do Brasil, 

Por. Blog do Luis Cardoso 

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Ex-prefeita de Bom Jesus das Selvas é condenada a mais de 4 anos.


O juiz Raphael Leite Guedes (titular da 1ª Vara da comarca de Buriticupu) condenou nessa terça-feira (13) a ex-prefeita do Município Bom Jesus das Selvas, Maria de Sousa Lira, a 4 anos e 1 mês, de detenção, por ausência e irregularidades de licitação, segundo o magistrado a prefeita violou o artigo 89, “caput”, da Lei - Nº 8.666/93.

A ação penal foi proposta pelo Ministério Público do Maranhão. Ao julgar a ação penal, o magistrado constatou a materialidade e a autoria do ilícito, restando amplamente comprovadas nos autos, através das provas e sobretudo em relatório do TCE/MA, as irregularidades praticadas pela então prefeita, entre elas a despesas vultuosas sem o procedimento licitatório, as quais ultrapassam R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais).

Em sua sentença penal condenatória o Dr. Raphael assentou que “Circunstâncias normais ao tipo. As consequências do crime desfavoráveis diante do desvio de verba pública que ultrapassou R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais), prejudicando o destino da verba pública á toda a população municipal de Bom Jesus das Selvas/MA. Conduta social desfavorável ao agente, haja vista que a prática de crimes contra a lei de licitações quando ocupante do cargo de Prefeito Municipal, com maior acesso as verbas públicas, evidencia o repúdio da sociedade, caracterizando que o agente se apresenta com péssima reputação social, quando deveria estar trabalhando diariamente como os demais cidadãos em prol daqueles que a elegeram como representante, sendo as demais normais ao tipo penal, com exceção das referidas valorações negativas”.

Por fim, o juiz condenou a Ex-Gestora MARIA DE SOUSA LIRA a PENA, de 4 (quatro) anos e 1 (um) mês de detenção em REGIME SEMI-ABERTO, acrescido de 60 dias-multa, sendo cada dia multa no valor de 1/30 do salário mínimo vigente à época da prática do fato.

O juiz fixou ainda uma multa como forma de reparação dos danos causados ao erário no valor mínimo de R$ 1.531.241,62 (um milhão, quinhentos e trinta e um mil, duzentos e quarenta e um reais e sessenta e dois centavos), além da suspensão dos direitos políticos pelo tempo igual ao da condenação.

Considerando que a acusada permaneceu em liberdade durante toda a instrução processual o magistrado concedeu o direito da ex-prefeita recorrer em liberdade.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Criança Tem Corpo Queimado Em Carvoaria De Buriticupu


Um menino identificado por João Miguel, de cinco anos, está na UTI do Socorrinho, Hospital Municipal Infantil de Imperatriz, em estado grave após sofrer queimaduras de 3º grau.

A criança teria sido queimada em uma carvoaria no povoado Sagrima, município de Buriticupu, distante 07 km da sede do município, quando acompanhava o pai em uma área onde se faz carvão.

O menino teria corrido em direção a um local onde havia um buraco coberto e fogo por baixo. Outras pessoas também se queimaram tentando tirar a criança do fogo.

Nas redes sociais muitos internautas comovidos com a situação do garoto estão buscando ajuda financeira para que ele possa ser transferido para um hospital referência no tratamento de queimaduras em Goiânia (GO).

O Hospital Municipal de Imperatriz disse que apesar do município não ter um centro especializado no tratamento de queimados graves, o garoto está recebendo toda a estrutura disponível na rede municipal de saúde, que conta inclusive com cirurgião plástico.
Do Imirante.

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Solidariedade: Mãe faz pedido emocionada para conseguir tratamento para filha Rebeca Maria.


A senhora Edilene, moradora da cidade maranhense de Açailândia gravou um vídeo onde pede ajuda para o tratamento de sua filha que sofre de uma doença rara.

O blog pede aos seus leitores que entre nessa corrente de solidariedade e ajude a princesa Rebeca. 
Nos ajude a continuar este sonho com o médico @ivan57marcelo 
O custeio de cada sessão fica 3.000 dólares, totalizando uma média de quase 13.000,00 reais (mensal). Estamos trabalhando com rifas em vários pontos da cidade, e com doações através da conta”. 

Poupança.

Banco do Brasil
Ag: 1311-0
C/p: 60.920-X
Variação: 51
Beneficiaria: Rebeca Maria Jacone Silva.





Pedimos também sua colaboração em oração, que Jesus nos abençoe nesta caminhada. Obrigado a todos de coração”.
Compartilhem o máximo para que possamos juntos oferecer a princesa Rebeca Maria uma ótima qualidade de vida.

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Polícia Rodoviária Federal apreende 88 veículos roubados no Maranhão

Uma operação realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nesta segunda-feira (12) 88 veículos que foram roubados no estado. A operação que contou com a parceria da Polícia Civil da Bahia registrou ainda 39 roubos na região baiana, o que contabilizou 127 ocorrências nos dois estados do Nordeste.

Segundo o superintendente da Polícia Rodoviária Federal do Maranhão, Paulo Moreno, a prática criminosa no estado acontecia principalmente na região da Baixada e nos Lençóis Maranhenses. “Esta prática foi mais relevante nas áreas da Baixada e Lençóis”, revelou.

O superintendente acrescentou que os veículos roubados vem, em sua maioria, da Bahia, Minas, Pará e Goiânia, e que no Maranhão o município que teve o maior número de roubo contabilizado foi Barreirinhas. “Os carros roubados vem dos estados da Bahia, Minas, Pará e Goiânia; aqui no estado a cidade de Barreirinhas foi a que teve mais ocorrências. Lá foram 11 carros roubados”.

O inspetor da PRF, Antônio Noberto, diz que grande parte dos veículos roubados no Maranhão são clonados no próprio estado. “Muitos veículos são roubados do MA e clonados com placas do MA. Acontece no próprio estado, mas a maioria vem de fora”, contou.

Noberto ressalta que o proprietário do carro que foi vítima do crime pode recuperar o automóvel na sede da Polícia Rodoviária Federal. “Para pessoa reaver o veículo, a PRF vai divulgar uma tabela com a narrativa de todas as ocorrências na sede do PRF. No site do PRF também estará esta relação”, finalizou.


Por G1 MA 

domingo, 11 de novembro de 2018

Delegacia de Homicídios investiga assassinato do prefeito de Davinópolis

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) periciou o local do crime e o corpo do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, neste domingo (11). Os próximos passos da investigação são ouvir testemunhas.

O corpo de Ivanildo foi encontrado às 9h do domingo a dois quilômetros de sua chácara, no povoado Juçara, em Davinópolis. Segundo a polícia, o prefeito foi assassinado por arma de fogo.

“O exame de necropsia ainda vai ser finalizado, mas a princípio seriam em torno de seis a sete disparos”, disse o delegado Praxísteles Martins, titular da DHPP em Imperatriz, à frente das investigações.

A polícia periciou a caminhonete e a chácara do prefeito, e o local onde seu corpo foi achado. Foram encontradas pequenas manchas de sangue e sinais de resistência da vítima, em seu quarto na chácara.

“Tinham pequenas manchas de sangue no quarto, mas algo bem discreto”, afirmou Praxísteles. “Os móveis não estavam revirados, mas pode até ter havido luta corporal. Tinham sinais de que houve certa resistência”, detalhou o delegado.

Agora a polícia aguarda os resultados da perícia e começa a ouvir testemunhas. A DHPP ainda não trabalha com nenhuma linha de investigação. “Vamos tentar conhecer um pouco da história da vítima nos últimos dias, nos últimos meses, para traçar uma linha mais definida para a investigação”, concluiu Praxísteles.

As investigações seguem sob o comando da DHPP de Imperatriz, com suporte da equipe de São Luís, cujo titular é o delegado Jeffrey Furtado. 




Em nota, o Governo do Maranhão manifestou pesar pela morte do prefeito de Davinópolis e informou que toma as providências cabíveis para elucidação do crime.

NOTA

O Governo do Maranhão manifesta profundo pesar pela morte do prefeito Ivanildo Paiva, de Davinópolis. Ao tempo que repudia o assassinato, informa que todas as providências estão sendo adotadas para elucidar o covarde assassinato, trabalhando para identificar autor/autores para que seja feita justiça. Toda solidariedade a familiares e amigos do prefeito Ivanildo Paiva nesse momento de dor e justa indignação.
Fonte:Secap

Davinópolis: Prefeito é encontrado morto


O prefeito de Davinopólis, Ivanildo Paiva (PRB), de 57 anos, foi encontrado morto na manhã deste domingo (11). De acordo com a Polícia Militar, o corpo do político foi encontrado junto. O município do sudoeste maranhense está localizado a 663 km de São Luís e possui mais de 12 mil habitantes.
De acordo com o delegado Armando Pacheco, Superintendente da Polícia Civil do Interior, o corpo foi encontrado cerca de 2 km da sede da sua fazenda, na zona rural do município e ainda não há informações sobre a causa da morte. Equipes do Instituto Médico Legal (IML) e da Polícia Civil foi encaminhada para realizar perícias e iniciar as investigações sobre o caso.


Por G1 MA — São Luís, MA

Prefeito de Davinópolis é assassinado


O prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva (PRB) foi encontrado morto neste domingo (11).
Segundo as primeiras informações, ele foi assassinado na sua chácara, na zona rural da cidade. O corpo foi encontrado fora da propriedade. Um segurança também foi assassinado junto com ele.
Perícia Criminal e Instituto Médico Legal (IML) já foram acionados ao local do crime.
Aguarde mais informações.

sábado, 10 de novembro de 2018

Francisca Primo parabeniza municípios maranhenses por emancipações políticas


No dia 10 de novembro de 1994 através da Lei nº 6.126 foram criados cerca de 80 municípios maranhenses contribuindo com o crescimento econômico e social do estado.

 Parlamentar atuante no desenvolvimento do Maranhão, a deputada estadual, Francisca Primo (PCdoB) parabeniza todos os munícipes que festejam a emancipação política de seus respectivos municípios.

Celebrando o aniversário de 24 anos de Buriticupu, Francisca Primo deixa sua mensagem de aniversário.

“A quantidade de cidades que foram criadas nessa data é um marco na história do Maranhão. Parabenizo os buriticupuenses pela cidade que registra um amplo desenvolvimento desde os seus primeiros anos e neste dia especial  não poderia deixar de parabenizar a população dos mais de 80 municípios por suas emancipações. Deixo meu abraço para todos, afirmando que estamos juntos no desenvolvimento do estado. Esperamos por dias melhores no cenário econômico e social do Maranhão" afirmou a deputada

Na lista das cidades emancipadas, nesta data estão os municípios de Alto Alegre do Maranhão, (criado no ano de 1996), Alto Alegre do Pindaré, Água Doce do Maranhão, Bacabeira, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Brejo de Areia, Itaipava do Grajaú, Matões do Norte, Paulino Neves, Raposa, Santo Amaro, Satubinha, Senador La Rocque, entre outras.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Comarca de Buriticupu realiza casamentos comunitários com quase 200 casais


O Poder Judiciário, por meio da 2ª Vara da comarca de Buriticupu, realizou duas cerimônias de casamentos comunitários nesta quarta-feira (07) e quinta-feira (08), formalizando a união civil de 195 casais dos municípios de Bom Jesus das Selvas (45) e Buriticupu (150). As cerimônias foram presididas pelo juiz titular da 2ª Vara de Buriticupu, Duarte Henrique Ribeiro de Souza, com a participação do juiz titular da comarca de Arame, João Vinícius Santos.

Em Bom Jesus das Selvas, a cerimônia aconteceu na quarta-feira (7), com a presença do prefeito da cidade Luis Fernando Coelho, vice prefeito Frankie Duarte, vereador Toin Nacional representando a câmara municipal,  promotor de Justiça da 2ª Promotoria de Buriticupu, Peterson Armando Azevedo, dos defensores público Fernando Guilherme de Sousa e Francismar Felix, da registradora interina do 1º Ofício, Joceany Conceição Freitas e de representantes das religiões católica e evangélica.
Os noivos Maria Ferreira de Sousa (72 anos) e Adelson Ferreira Magalhães (75 anos), foram os primeiros a oficializarem a união estável perante o Poder Judiciário no termo judiciário de Bom Jesus das Selvas. “Estamos muito felizes por estarmos hoje realizando nosso sonho de casar, mesmo estando com mais de 70 anos de idade e após 45 anos de união”, declararam os noivos.
“Pra nós é uma data especial, com a celebração dos casamentos de quase 200 casais, por meio desse importante projeto que contribui para aproximar o cidadão do Poder Judiciário”, observou o juiz Duarte Henrique.
O defensor público Fernando Guilherme de Sousa observou que o evento movimenta toda a comunidade, servindo também para promover maior aproximação entre a comunidade e os órgãos do Poder Público. “É um ato importante, que regulariza a situação de muitos casais que já estão juntos há muitos anos, e mesmo aqueles com uniões recentes”, frisou.
Em Buriticupu, a cerimônia comunitária aconteceu na noite desta quinta-feira (08), e foi aberta com o casamento dos noivos Valdemar Castro e Leia dos Santos, representando as pessoas com deficiência. “O evento foi muito organizado, um momento importante para todos os casais aqui presentes”, disse o noivo.
“Fico muito feliz em fazer parte desse projeto, que representa a institucionalização, pelo Poder Judiciário, da situação conjugal de fato de muitos casais do nosso Estado”, observou o promotor de Justiça Peterson Azevedo.
Também participaram da cerimônia o prefeito de Buriticupu, José Gomes, vereador Estaniel de Carvalho representando o poder legislativo municipal, pastor Josué, da igreja adventista, padre Gilberto, juíza de Paz Geane Costa Ferreira, representando a Serventia Extrajudicial do 1º Ofício da comarca.

PROJETO – Há 20 anos em execução pelo Poder Judiciário maranhense, o projeto Casamentos Comunitário já formalizou a união de mais de 120 mil casais de todo o Maranhão. No último dia 22 de setembro, São Luís recebeu a maior cerimônia do ano, com a união de mais mil casais do município, e a participação de mais de 50 juízes de direito de todo o Estado.


































Assessoria de Comunicação
Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão